quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Conflito

Tingi de roxo o espelho do meu vazio,
O reflexo de ausências desmedidamente dolorosas
E batalhei num conflito de querer e dever.
Entreguei-me ao vento que me esmagou
Num tempo de barcos naufragando,
Contra as rochas de uma praia deserta,
Perigosamente lógica…
E no espaço das minhas velas de nau à deriva,
Se ousaram instalar relógios de cuco,
Presos por fios de consciência
Perfidamente papagueada…

E das moléculas que de mim brotaram em cascata um dia
Nada sei,
Para além da linha de brilho
Cada vez mais longe…

15 comentários:

José Miguel Gomes disse...

E porquê roxo? Por vezes, a cor do silêncio é o sabor do mesmo na alma.

Fica bem,
Miguel

Artista Maldito disse...

Olá

Em primeiro lugar venho agradecer-lhe a sua visita, encontro logo de imediato, a abrir este poema, uma das cores minhas perferidas, o roxo:
Fios do tempo, brilhando...as imagens sucedem-se neste frágil fio, tecendo silêncios.

Voltarei com o tempo merecido.
Até breve,
Isabel

BC disse...

Boa tarde MGD,
vi agora mesmo o seu comentário, no meu blog e vim agradecer-lhe.
Volte sempre, estarei atenta.
Fique bem
Isabel

SMA disse...

O compasso dos dias marcado pelas escolhas
.
.
.
como pedras na formaçao do caminho
.
.
caminho.te
.
bjo
obrigada

mariam disse...

Olá! PoesiaMGD,
excelente poema, abarcando tantos sentires d'alma!
naveguei um bocadinho por este seu "mar" de poesia, gostei muito e voltarei com gosto!

bom Domingo e melhor semana
um sorriso :)

mariam

Menina do Rio disse...

Eu gosto do rôxo! lembra violetas...

Um beijinho

Chinha disse...

Muito belo

Bom fim de semana

bjinho

Duarte disse...

A linha de brilho pode ser irreal.
Oh falso oásis! de mares salgados.

:))

Saudações

poetaeusou . . . disse...

*
há quanto tempo, amiga,
,
>e das moléculas que de mim brotaram <
,
hoje estou em conflito, comigo,
,
conchinhas, deixo,
,
*

M.O. disse...

ola amiga goreti....
ainda se deve lembrar de mim, não ainda não parei de escrever, agora menos um pouco mas parar nunca....o meu novo cantinho é.....www.asegundafase.blogspot.com....aguardo a sua visita.....um beijo

ass:marcio

© efeneto disse...

Olá amigo/as.
Venho por este meio agradecer a todos aqueles que tiveram a amabilidade de por todas as vias me endereçaram as melhoras e tiveram a paciência de esperar. Aos poucos e na medida do possível irei retomar as publicações no “Grito” agora renovado e as visitas aos amigos.
Porque o tempo urge e a amizade espera, vou começar a colocar as visitas em dia.
Beijos a quem é de beijos e abraços aos restantes.
©efeneto

Å®t Øf £övë disse...

Bonitas as tuas palavras. É horrivel quando entramos em conflito com nós mesmos.

Dionísio Dinis disse...

Um poema com o raro de brilho de quem sabe e sente no melhor da poesia.

Maria Valadas disse...

Venho a agradecer a visita!

Lindo poema que nos oferece, fiquei deliciada.

Beijos

tb disse...

Nada que uma boa meditação de nós não resolva :)
Vim agradecer a visita e conhecer este espaço que me pareceu acolhedor. Espero voltar. :)
beijinho