domingo, 11 de março de 2007

Contigo




No amanhecer dos meus olhos,
Abriu-se-me a alma…
Sem saberes,
Acordei abraçada a ti,
Renasci no caminho que pisei
E colei o meu corpo ao teu!
Sentes-me,
Lembras-te que existo em ti
Aspiras-me no teu perfume,
Recordas-te do que não fomos,
Desejas-me!
Mais do que dei um dia…

Hoje quando a tua noite
Fizer sossobrar o meu sol,
Grita ao vento que me não amas
E sente as minhas lágrimas cairem
Das nuvens do sonho,
Num amplexo final!...

8 comentários:

poetaeusou disse...

METAMORFOSE
Tento adormecer
sinto o teu corpo
quente como a primaveril
tarde que convivemos
o teu perfume
entrado em mim
é a cafeina
que me afasta o sono
grito á noite que voltes
só adormecerei
num enlaçamento
cingido
a dois.
/
um abraço
/

Farinho disse...

levanto-me para aplaudir tão belas palavras.

Está muito bonito, adoro a maneira como escreve sempre tão sentida.

Beijocas

João Cordeiro disse...

Belo. Os teus poemas deixam-me sempre um pouco nostálgico, mas fazem-me sempre refectir sobre os temas que abordas.

Quanto à foto, eu sei que me conheces :-)

Beijinho sonhador

pé descalço disse...

PoesiaMGD

A poesia nasce do sonho
o sonho da vida
a vida do corpo
o corpo do amor

o amor é tudo...

Fallen Angel disse...

O amplexo final está reticente... e ainda bem que assim está. As nuvens são passageiras e os sonhos imensuráveis.

Mário Margaride disse...

Não sei definir o amor...
Ou a fantasia
Só sei que toda tu...
És poesia


Beijinhos

António disse...

Querida Goreti!
Estou admirado!
Ontem não puseste aqui nenhum poema.
Este é de domingo.
Andas muito preguiçosa...eh eh.
E no domingo estavas saudosa.

Obrigado pelo teu comentário ao meu "O velório".
Eu não sou muito crítico em relação aos velórios.
Já me faleceram o pai e a mãe e felizmente que havia pessoas para conversar sobre vários assuntos senão o ambiente ficaria demasiado pesado e mórbido.

(quando me comentares no Sapo, não te importas de o fazer com o teu nick e o endereço deste blog? assim venho aqui ter só com um clique)

Beijinhos

Narcisus disse...

Lindíssimo embora consiga antever alguma dor.

Beijos