segunda-feira, 23 de julho de 2007

Livro da Desilusão - Anjo

Livro da desilusão: Os poemas escritos sob esse aspecto podem ler-se como um conto, uma história começada com a ilusão que uma visão de alguém que parece ser um anjo e se revela, afinal...!








Estendo as mãos para as tuas,
Só encontro o fim...

Tento afagar-te os cabelos,
Apenas sinto o vento Norte
Soprando na direcção que não quis!

Fecho os olhos à procura do Infinito,
Do Amor que te tive,
Do sonho lindo
Cruzando o meu céu
Inundado de luz!

Na minha noite escura
Guiei-me pela tua aura,
E beijei as tuas asas...

Foste anjo num sonho só meu,
Foste a minha fantasia
E embriagaste os meus sentidos...
Em cada luxuriante amanhecer,
Anunciavas nos teus olhos
A minha Primavera.
Pelo teu toque sublime
Escorri delícias,
Enlouqueci a alma
Nos caminhos que a tua doçura traçou em mim!
Sôfrega,
Bebi cada esvoaçar das tuas asas
Na minha pele;
Beijei o teu silêncio
E as tuas palavras,
A tua doçura
E a tua rispidez,
No teu angelical sorriso,
Na minha lucidez adormecida...

Ai, anjo chovendo desejo na minha alma,
Porque escureceram as tuas asas?
Porque se toldaram os teus olhos?

8 comentários:

poetaeusou disse...

*
cruzando o meu céu
deixando a ilusão ...
de um anjo ...
*
bjs
*

MEU DOCE AMOR disse...

Lindo poema.

Parece um Anjo e se revela...

O que é um Anjo?Será que existe uma definição?

Beijinho doce e obrigada pela visita.

Fallen Angel disse...

Porque caí...

Jorge Bicho disse...

gosto cada vez de estar contigo nas tuas palavras. um bj
JB

António disse...

Começaste muito bem o Livro da Desilusão, querida Goreti.
Belíssimo poema este.

Beijinhos

ery roberto disse...

Goretti, é linda a poesia! E mesmo quando é uma desilução, não deixa de carregar o sentimento do querer sentir, tão real, mesmo que seja um sonho, apenas um sonho. Parabéns por tão bela construção. Forte abraço.

Papoila disse...

Um poema lindo!
Um anjo que se cruzou em sonhos não perde as asas nem o sorriso que brilha.
Beijos

MEU DOCE AMOR disse...

Bom fim de semana e beijinho doce