quinta-feira, 15 de maio de 2008

Abraço de morte

Frias, negras e insatisfeitas,
De dedos longos e garras brancas,
Exalam odores fortes; desfeitas
Se deitam oferecendo as largas ancas.

Atacando cavernames indefesos,
Tonantes arrastando meigas toninas,
Glaciais, mantêm, porém, acesos
Desejos de leoas assassinas.

E arrastam, puxam tudo e nada
Como se comestível e escolhida
Fosse a vida já esladroada
Da pelanga engrunhida.

Pobres, enfermiços, já entisicados
Sem ar, loucamente rodopiam...
Perdendo forças, de vontade estropiados,
Buscando a paz...expiram!

Em teus braços fortemente enlaçados
Os pescadores perdem peixe e nau!
Ó ondas, morte dos desgraçados,
Fazei de vossa espuma vau!

Deixai passar quem ama a vida!
Jogai água fora os perdoados!
Sede cáustico de quem tem ferida
Em corações loucos, desesperados!

7 comentários:

Daniel Aladiah disse...

Quase épico... e tão suplicante.
Um beijo
Daniel

Conceição Bernardino disse...

LANÇAMENTO DO LIVRO “SINAIS DO SILÊNCIO” – Rosa Maria Anselmo
Queridos Amigos (as)

"Sinais do Silêncio" está quase a nascer! A sua apresentação será feita no dia 7 de Junho, pelas 16 horas, no Diana Bar – Av. dos Banhos, Praia da Póvoa de Varzim. Será um privilégio ter a vossa companhia nesse dia.
A apresentação do Livro será feita pela poetisa Conceição Bernardino, e o prefácio da autoria de Alice Santos. Aqui fica um excerto desse mesmo prefácio:
"No segundo livro de Rosa Maria encontramos uma mulher muito mais liberta, onde a escrita e a paixão andam de mãos dadas, inseparáveis, qual par de amantes.
Surge uma Rosa que resolveu desabrochar e nos mostra a alma desnudada, sem pudor ou preconceito, sem receios, medos, falsos moralismos. Uma mulher mais atrevida nas palavras, com diálogos interditos, e, por isso, mais despida de si e vestida de candura, sedução e desejos.
A sua essência consegue conquistar o impossível pois, quem ler estes versos vai ser protagonista do encontro mágico entre o ser e o sentir.
A poesia entranha-se de mansinho na alma do leitor, entreabrindo a porta da imaginação e deixando-o transformar-se em tudo o que sempre sonhou e nunca ousou concretizar."
Espero por si.
Rosa Maria Anselmo


http://ocantodarosa.blogspot.com

email da autora – rosaafernandes@gmail.com

Obrigada Beijos – Conceição Bernardino

Conceição Bernardino disse...

LANÇAMENTO DO LIVRO “SINAIS DO SILÊNCIO” – Rosa Maria Anselmo
Queridos Amigos (as)

"Sinais do Silêncio" está quase a nascer! A sua apresentação será feita no dia 7 de Junho, pelas 16 horas, no Diana Bar – Av. dos Banhos, Praia da Póvoa de Varzim. Será um privilégio ter a vossa companhia nesse dia.
A apresentação do Livro será feita pela poetisa Conceição Bernardino, e o prefácio da autoria de Alice Santos. Aqui fica um excerto desse mesmo prefácio:
"No segundo livro de Rosa Maria encontramos uma mulher muito mais liberta, onde a escrita e a paixão andam de mãos dadas, inseparáveis, qual par de amantes.
Surge uma Rosa que resolveu desabrochar e nos mostra a alma desnudada, sem pudor ou preconceito, sem receios, medos, falsos moralismos. Uma mulher mais atrevida nas palavras, com diálogos interditos, e, por isso, mais despida de si e vestida de candura, sedução e desejos.
A sua essência consegue conquistar o impossível pois, quem ler estes versos vai ser protagonista do encontro mágico entre o ser e o sentir.
A poesia entranha-se de mansinho na alma do leitor, entreabrindo a porta da imaginação e deixando-o transformar-se em tudo o que sempre sonhou e nunca ousou concretizar."
Espero por si.
Rosa Maria Anselmo


http://ocantodarosa.blogspot.com

email da autora – rosaafernandes@gmail.com

Obrigada Beijos – Conceição Bernardino

Vera disse...

Um poema forte e de uma forma que gosto :)

beijinhos

Multiolhares disse...

Mesmo que ama a vida acaba por a perder são os ciclos
Gostei do poema
Bj

poetaeusou . . . disse...

*
hino há vida,
ao planeta,
ao mar em especial,
e a ti . . . pelo poema,
,
conchinhas
,
*

mundo azul disse...

...lindo!
Beijos no coração...