segunda-feira, 15 de janeiro de 2007

Sedução


Entre as sombras da minha vida, procuro-te deambulante… espreito a tua demora e perco-me na tua chegada! Quando me cantas ao ouvido, o emaranhado das minhas sensações projecta o som das tuas carícias a milhares de anos luz, na alma que perdi em mim. Quando me pisas a noite, polvilhas a minha pele de pirilampos enfeitiçadados, desesperados por soltarem em ti ânsias de prazer. Quero seduzir-te nesta certeza de momentos ansiados. Fecho os olhos e amo-te… desesperadamente … num tempo que jura apagar-se!

4 comentários:

Nuria Carla disse...

Amiga, estes versos vém de uma alma poeta, cheia de encanto, uma nobre poetisa que sempre que me tece um fio em verso, me acolhe do frio d'alma.Um beijo imenso no teu coração, e sê feliz, minha linda poetisa lusitana.Núria Carla.

BlueShell disse...

Adorei essa tua maneira de escrever...e de amar!

Queres conhecer-me a mim e ao Fred?
BShell

Vicio de ti... disse...

Lindo...soberbo...adorei o que li...sábias palavras...maravilhosos sentimentos...passarei por cá mais vezes...aperece pelo cantinho do vicio...beijinhos viciantes...

Dionísio Dinis disse...

As palavras têm mais vida na vida da sua escrita, é sempre um enorme prazer saborear cada frase , cada verso seu!