sábado, 13 de janeiro de 2007

Tentação


Apareces-me no sonho,
Me tentas,
Me queres,
Provocas-me!
E, então,
Lembro-me de ti sorrindo-me no silêncio.
Sei de cor as palavras que me disseste,
Ao som de um luar de Janeiro em Setembro,
Na sombra de uma noite em dia de sol
Que nos aconchegou debaixo do mesmo instante.
E mais uma vez sinto na pele
Ruídos que o desejo riscou …
Quando me traçou as vontades,
Desenhou em ti
Murmúrios que ainda ecoam na montanha da minha alma.
Em meus olhos faço parágrafos à vida!
Quero esquecer o que não vi,
Mas apenas te tento encontrar em mim.
Os lábios sentem o ardor dos beijos que me deste,
Quando, abraçado ao calor da cumplicidade,
Te copiaste para dentro de mim
E de mim passaste a fazer parte.
Pedes-me a permanência na carícia das minhas mãos,
Revestes-me a pele de um perfume de fantasias.
As emoções dobram-se em mil milhões
Partilho-as.
Mas só eu relembrarei o poema de Amor que em ti escrevi…
A sabedoria dos teus dedos,
Apenas escreveu nas páginas brancas da minha alma
Pedaços de ti,
Na forma da minha paixão.
Memorizei o silêncio do adeus
Que eu fiz soar quando nos despedimos,
À porta da esperança
De nos sabermos
Em mais um dia!

5 comentários:

cleo disse...

Olá!

Lindíssimo blog com belos textos poéticos e imagens a condizer!

Poemas que falam de amor, encontros, desencontros, vazios e pensamentos de uma alma cheia de emoções vividas e outras ainda por viver...!

Beijinho soprado

António disse...

Olá!
Bonito este poema que acabei de ler.
E eu não sou grande apreciador de poesia.
As pessoas que já me conhecem há mais tempo sabem-no bem.
Obrigado pelo comentário ao meu post do Jaquim da GNR.
Devo dizer que tenho a melhor opinião das mulheres. Por isso gosto tanto delas...eh eh.
Mas os textos que este humilde escriba vai escrevinhando não reflectem exactamente a opinião do autor.

Beijinhos

Margarete disse...

Deliciosa tentação minha querida amiga... Saiba que estarei por aqui sempre.

Papoila disse...

MGD
Grata pelas visitas ao meu campo e aqui neste blog entro e sinto-me "espelhada"... é como que um reflexo da minha alma.
Beijo

last_prophet disse...

tentação são estes teus poemas e toda a carga sensual que os envolve :)