sábado, 10 de fevereiro de 2007

Trajecto


Selo os murmúrios
Nas palavras esquecidas,
E pinto nas minhas tintas
A desilusão da minha pele perdendo a tua!

Lava-me a chuva quente
Das noites sem lua,
Do cheiro a citrinos
Extasiando a minha pele,
Acariciada por beijos esquecidos,
Perdidos
Sem trajecto definido nas tuas mãos!

9 comentários:

António disse...

Olá!
Um poema de amor-desilusão muito bonito.
Obrigado pela visita lá ao meu manicómio.

Beijinhos

Mário Margaride disse...

Esse teu trajecto triste e melancólico...é igual amuitos outros. Que entretanto, conseguiram mudaram de rumo.

Beijo

poetaeusou disse...

Sigo o teu Trajecto.
Tua pele á minha quero Cingir.
E Sentir.
O teu afecto.
bj)

António disse...

O Template tem mudanças, não tem?
A fotografia que aparece no canto superior esquerdo é tua, não é?
És bonita!

Beijinhos

o alquimista disse...

O caminho secreto dos pássaros é o tajecto de alguns muito poucos...será o teu...?

Doce beijo

António disse...

Não tens nada que me agradecer.
Talvez tenhas de o fazer aos teus pais pois eles é que te fizeram assim.

Beijinhos

Anónimo disse...

Lindo menina...vim ver e gostei muito do teu blog.beijinhos conceição

Conceição Bernardino disse...

Olá,
A perfeição é uma forma imperfeita que se apodera
De tudo o quanto é belo
ConceiçãoB
Uma boa semana
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

João Cordeiro disse...

Excelente poema... também me fizeste sonhar...

http://www.sonhadoremfulltime.blogspot.com/