sábado, 3 de março de 2007

Enigma




Disfarçadamente,
Insinuo-me por entre as franjas do tempo...
Entre as fronteiras do passado e do futuro
Consigo encontrar-te,
Sombra luminosa de ti
Reflectida na tela da minha imaginação...

Do outro lado me escondo e dispo a alma.
Cubro-me com as vestes solitárias de uma noite sem estrelas!
Procuro descolar as minhas asas,
Readquirir o meu brilho...
Vejo-te ainda e caminho para ti!
Vens sorrindo,
Trazes nas mãos o enigma de ti,
Eu levo na pele a resposta que não aceitas.
Por instantes que valem séculos
O meu coração palpita,
Parte para te colher...

Uma doce ansiedade provoca-me arrepios de lume,
Derrubo o espaço e cruzo o teu céu!...
Mas o fino véu que me separa de ti
Torna-se a minha mortalha!
Encontro-te dentro de mim...
Para te sentir partir...

16 comentários:

Entre linhas... disse...

Passado e futuro são separados pelas fronteiras do tempo,entre sombras e imagens reflecte-se o brilho das estrelas a sorrirem de contemplação.

Bom fim de semana

Beijinhos Zita

blugaridades disse...

Deixo-te um beijinho e desejo-te um bom fim de semana.Belo poema!

Mário Margaride disse...

A nossa própria vida. É por excelência...um enigma, de complexa resolução.

Beijinho

david santos disse...

Olá!
"Readquirir o meu brilho...
Vejo-te ainda e caminho para ti!
Vens sorrindo"
Belo!
Parbéns

Diário de um Anjo disse...

A foto é do fantasma da ópera não é? Ainda não consegui ver esse filme:-(

Narcisus disse...

Muito bonito.

Bruxinhachellot disse...

Uma poesia envolvente e sublime.

Beijos de Sol e de Lua.

poetaeusou disse...

Entre as fronteiras do passado e do futuro
B)

João Cordeiro disse...

Olá minha amiga criativa.
Obrigado pelo comentário.
Mas deixa-me dizer-te que aquele texto não é de todo a minha convicção.
Tratasse apenas de uma critica mordaz ao "macho latino".

Beijinho

Bruno Pereira disse...

"Encontro-te dentro de mim...
Para te sentir partir..."

Muito bom :)

Fallen Angel disse...

The Phantom... « só me faltou ser amado para ser bom »...

Na tua poesia é desnecessário partir espelhos... eles quebram-se a cada palavra.

Anónimo disse...

Nem sempre conseguimos interpretar, na sua plenitude, a riqueza das mensagens poéticas que o poeta nos transmite. Há, muitas vezes, um enigma que nos impede de penetrar na sua profundidade… Enigma esse que envolve “o diamante” da poesia e só está ao alcance do autor/a.
Mas quando o poema nos preenche… em termos de cor, de magia, de fascínio e de… profundidade poética…, então podemos dizer que a mensagem chegou ao destino…

“… Sombra luminosa de ti
Reflectida na tela da minha imaginação…”

Eu recebi a mensagem… Friend . Beijo.

foreveryoung disse...

Lindo!...
Bjs

Farinho disse...

Muito intensa a sua escrita, e essa mistura de sonho com realidade encanta-me.

Beijocas

PoesiaMGD disse...

Obrigada a todos os meus leitores, em especial ao "anónimo" a quem não posso retribuir pessoalmente!
bj

rui disse...

Olá Poesia

O poema mexe comigo!
É linda a sonoridade das palavras.
Parabéns

Beijinho