quarta-feira, 7 de março de 2007

A minha criação




No emaranhado indistinto das vielas do sonho
Perco o rumo,
Perco o caminho que tracei de mim para ti...
Desapareço da ilusão que sonhei em ti.
Abandono a minha criação,
Mas herdarás de mim
As palavras lançadas ao mar da minha paixão,
Os momentos vividos nos braços da solidão
E a minha mão soltando a tua...

E eu
Nos lábios levarei o segredo,
Na voz, o silêncio,
Na pele, o teu cheiro
E, em cada amanhecer,
Uma alma branca!
Levarei…
Levarei!...

11 comentários:

Escorpiana Explosiva disse...

Nós labios a gente sempre guarda segredos.

Exemplo: beijos de varias linguas alguns beijos molhados outros meio molhado e outros totalmente secos.

Nem por isso deixamos de guarda segredos.

No silêncio de uma voz percebemos o quando um gesto é + importade que tudo.

E na pele sentimos o sabor do pecado.


Um abraço.

António disse...

Olá!
Não será que estavas a pensar num teu filho quando escreveste estre poema?
Obrigado por teres visitado o meu novo blog Sapo.

Beijinhos

DairHilail disse...

Vou passando, no meio da minha luta...gostei do que li...adoro ler...adoro sentir o pulsar de outros corações, de outras emoções...sou mulher, e sou guerreira...volto para a minha luta...
Fica bem!

Mário Margaride disse...

Belo poema! Cheio de inquietude, e simultâneamente determinação, que sustenta, esse sonho de criação.

Beijinho

ana maria costa disse...

a levarás até nós.. . . . .

António Rosa disse...

Depois de ter terminado com o "Postaias da Novalis" para me dedicar mais à astrologia, tenho aproveitado este tempo para desenvolver mais os conceitos evolutivos dos signos do zodíaco, como base elementar desta nossa reencarnação.

Aqui fica o convite para conhecer melhor o signo onde está o seu sol de nascimento, assim como o dos seus familiares e amigos.

Copie-os para o word, para melhor poder reflectir sobre o signo mais importante do do seu zodíaco.

Agradeço comentários no sentido de melhorar os textos, aprofundando-os.

Um abraço,

António Rosa

TINTA PERMANENTE disse...

Trouxe o Acaso; Levarei o prazer do que li!
Afectuosamente

António disse...

Olá!
Obrigado pela visita e pelo comentário ao meu conto "O cego".

Beijinhos

Farinho disse...

E ficará para sempre esses sentimentos guardados no seu coração.

Feliz dia para si.

Beijocas

Mário Margaride disse...

Olá querida amiga!

Desejo que este dia 08-03, dedicado a vós mulheres. Não comece e acabe no mesmo dia, mas se perlongue nos 365 do ano.

Beijinhos

Mário

juvepp disse...

Acredita que é uma bela criação. O que quer que seja é digno de ser perservado quardado em ti e partilhado por mim que usufruí desta bela "criação".Partabens. Obrigada pelo tua visita. beijinhos