domingo, 24 de agosto de 2008

Fogo fátuo

Fogo fátuo
Poisei a minha dor dentro de ninguém,
Disse-me coisas que não ouvi,
Silenciei o teu olhar...

Sobrevooei a felicidade,
Despenhei-me num oceano de vozes caladas
E não soube parar o querer
Que se apoderou da minha fraqueza!

Suspendi-me do meu desassossego
E deixei que a loucura triunfasse
Levando atrás de si a paz...

Enlacei a minha tristeza,
Caminhei pelas veredas da noite
E fiz nascer sonhos amarrados
Em fogos fátuos!

http://www.escritartes.com/forum/index.php?referredby=3
goretidias

9 comentários:

Alfazema Azul disse...

Voltei para falar das minhas gentes, da minha terra, das memórias vivas e reais que perduram na minha alma e no meu coração.

Beijinhos

Pena disse...

Simpática Amiga:
Um poema doce e muito sensível.

Quando diz:

"...Sobrevooei a felicidade,
Despenhei-me num oceano de vozes caladas
E não soube parar o querer
Que se apoderou da minha fraqueza!

Suspendi-me do meu desassossego
E deixei que a loucura triunfasse
Levando atrás de si a paz...".

Valioso. Diferente.
Um conjunto de palavras geniais cimentadas pelo abraçar da existência profunda de uma forma admirável e de harmonia poética fantástica.

Beijinhos de amizade, estima e respeito.
Sempre a lê-la e a relê-la

pena

OBRIGADO pelo comentário e pelas palavras simpáticas lá expressas.

gaivota disse...

um poema esvoaçante...
num oceano de vozes, caladas...
lindo!
beijinhos

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá minha querida Amiga, belíssimo Poema... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Bruxinhachellot disse...

"Poisei a minha dor dentro de ninguém..." Se não há alguém a quem compartilhar os dissabores da vida, a dor toma conta e nós fraquejamos.

Beijos de sonhos.

Paula disse...

Lindo o poema!
Adorei!

Abraço

nas asas de um anjo disse...

é sempre lindo ler-te!luz e paz

Celestino Neves disse...

Se forem fátuos os fogos
Que aprisionam os teus sonhos,
Não te prenderão por muito tempo!
E se te despenhares, que o oceano
seja de vozes, ainda que caladas
e não de vazios silêncios!
___
Parabéns pelo belo poema!
CN

António disse...

Olá, minha querida!
Queres dar um saltinho ao meu blog
http://eusoulouco2.blogs.sapo.pt?
Obrigado!

Beijinhos